CISTO PILONIDAL

O que é um Cisto Pilonidal?
Cisto é uma espécie de bolsa de tecido, que pode ser preenchida por ar, líquido, pus ou outro fluido. O cisto pilonidal  ("ninho de pelos") recebe este nome porque  muito frequentemente encontram-se cabelos em seu interior. Na grande maioria dos casos a lesão se desenvolve bem no início do sulco que separa as duas nádegas, alguns centímetros acima do ânus. O cisto pode conter além de pelos, fragmentos de pele, glândulas sebáceas e glândulas sudoríparas. O acúmulo desse material gera um processo inflamatório que pode evoluir com infecção e acúmulo de pus, dando origem a um abscesso. Ocorre mais frequentemente em jovens do sexo masculino, que costumam apresentar folículos pilosos maiores.

Como se forma o Cisto Pilonidal?
A causa do cisto pilonidal ainda não está totalmente definida. Um dos mecanismos atualmente proposto seria a penetração de pelos para dentro da pele. Estes pelos se acumulam no tecido subcutâneo e provocam uma reação inflamatória, que leva a formação dos cistos. Outra possibilidade seria seu surgimento a partir de um quadro inflamatório do folículo piloso chamado de foliculite. Resta, ainda, a hipótese de que a origem da inflamação esteja nos "pelos encravados", fios que se curvam e penetram novamente no folículo piloso onde continuam crescendo. 

Quais os sintomas do Cisto Pilonidal?
A apresentação clínica do cisto pilonidal é variável. Pequenos cistos sem infecção associada podem não causar sintomas. Quando inflamados os cistos apresentam-se como um nódulo avermelhado, quente e doloroso por baixo da pele. Os cistos pilonidais podem criar um ou mais canais, podendo fistulizar para a superfície. Se o cisto estiver infectado, o pus do abscesso pode escoar por estes canais e drenar pela pele.   

Como é feito o diagnóstico do Cisto Pilonidal?
O diagnóstico do cisto pilonidal é clínico. O médico leva em conta a história do paciente, suas queixas e o exame minucioso da região afetada. 

Tratamento do Cisto Pilonidal, acesse aqui.